Por que sua empresa precisa ter identidade visual?

Pelo que você identifica uma empresa? Nome? Cor? Logotipo? Slogan?

A identidade visual bem definida é o ponto-chave para o reconhecimento de uma empresa. Isso porque contribui para que ela crie um vínculo com o público. A Adidas, por exemplo, é conhecida mundialmente pelas três listras. A Apple, pela maçã mordida.  A Motorola, pelo M. A Hyundai pelo H. As estratégias foram amplamente discutidas antes de chegar ao consumidor e, pelo que podemos perceber, são um sucesso.

Mas primeiro vamos definir o que é identidade visual. Ela é o conjunto de símbolos, cores, elementos, textos, imagens ou quaisquer formas que representem os valores e ideais de uma empresa. A identidade ajuda a passar credibilidade ao cliente, que visualiza a empresa como uma instituição séria e com um nome no mercado. Ter uma marca versátil, equilibrada e forte é essencial para criar envolvimento com o cliente. O objetivo final deve ser tornar sua empresa reconhecida, pela identidade visual, em qualquer lugar do mundo, vide cases da Coca Cola, da Nike ou da Samsung.

Dicas importantes sobre o tema:

  • Procure profissionais especializados para criar sua identidade. A Stampa possui uma equipe pronta para criar do zero a sua imagem no mercado.
  • Pense sua identidade visual baseada em cores, tipologias, elementos gráficos e imagens que realmente tenham ligação com o seu negócio.
  • Padronize toda a sua comunicação. Por exemplo, se sua marca são duas linhas vermelhas, insira-as em todos os materiais, sejam eles folders, cartões, posts etc.
  • Busque por cores que façam sentido com o que você quer vender. Por exemplo, se seu negócio é sobre saúde, busque por tons que representem vida e tranquilidade. Se for exercício, opte por elementos que passem a ideia de energia, força e vitalidade.
  • Não abuse de elementos gráficos. Sua marca deve ser versátil, não poluída. Menos é mais.
  • Busque se diferenciar no mercado. Se a Adidas utiliza três listras, invista em outro elemento. Uma boa pesquisa no Google pode ajudar a resolver isso.

Evolução de marcas consolidadas no mercado 

562207_248387565277098_2071359107_n

marca2

evologos-17

 

Anúncios

Catálogos técnicos: ferramentas de divulgação da empresa

Os catálogos técnicos são a porta de entrada da empresa para consumidores que estão em busca de produtos e serviços. Essas publicações reúnem informações importantes sobre tecnologias, benefícios e usos e podem ser a peça-chave na comunicação com os stakeholders.

No catálogo, a empresa pode fazer a descrição detalhada do que oferece, apresentando, inclusive, todos os diferenciais, vantagens e dicas e, importante considerar que a compilação organizada das informações deve ser utilizada para o conhecimento interno. Alinhar a comunicação com os funcionários sobre o que a empresa produz é fundamental para eles realizarem melhor o trabalho.

A produção adequada de um catálogo transmite a mensagem aos clientes de profissionalismo e organização. Empresas com escopo de trabalho bem definido devem apostar nesse meio para divulgar seus produtos e serviços. A Stampa tem uma ampla expertise na produção de catálogos técnicos e indica alguns passos que devem ser seguidos para a correta produção de um catálogo, para começar descreva:

1) O que faz a sua empresa.

2) O que faz o produto ou serviço.

3) O perfil do cliente.

4) Detalhe do conteúdo (especificação técnica, usos, tecnologias, diferenciais do produto e em relação à concorrência)

5) Organize fotos, imagens, desenhos e outras informações úteis à definição do catálogo.

6) Defina qual é o valor do seu investimento.

É muita informação? Chame a equipe da Stampa para ajudar na definição das informações e criação do catálogo. Confira alguns exemplares aqui e aqui.

Bullet journal: uma forma criativa de organizar a rotina

O Carnaval passou, e agora a rotina volta completamente ao normal. Para não se perder nos compromissos e nos planos para o resto do ano, é preciso ter uma agenda atualizada e organizada conforme as datas e objetivos.

Existe uma forma criativa para se planejar: o bullet journal. O sistema foi criado pelo designer Ryder Carroll para registrar as ideias e os trabalhos a realizar. Para fazer o bullet jornal, utilize as páginas de um caderno para inserir o dia e o que precisa ser cumprido. Após, coloque os ícones para indicar o andamento da atividade.

Ryder organizou da seguinte forma:

compromissos

[  ] tarefas

informações importantes

* prioridade

! atenção

concluído

-> adiado

x cancelado

Confira alguns modelos de bullet journal e faça o seu!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Dez dicas valiosas para utilizar o Photoshop

No design faz parte da rotina utilizar ferramentas para manipular imagens, como Photoshop ou Illustrator. Existem alguns macetes que ajudam os usuários a fazerem o trabalho de forma mais simples e ágil. Separamos dez dicas para você aplicar quando for utilizar o Photoshop:

  • Encontrar o centro de um documento: Na barra de ferramentas, vá em “visualizar” e clique na opção “novo layout de guias”. Após, defina o número dois para colunas e dois para linhas. Clique no menu “predefinição” e escolha a opção “salvar predefinição”. Dê um nome e salve.
  • Mudar a cor de um objeto rapidamente: Para trocar a cor de um objeto, abra uma imagem qualquer, crie uma nova camada e com a ferramenta “Pincel”, pinte uma nova cor sobre a superfície. Mude o modo de mesclagem da camada para matiz ou cor.
  • Corrigir o alinhamento de fotos: Pressione a tecla L do teclado para selecionar a ferramenta “régua”. Crie uma linha que acompanhe o horizonte da imagem. Após, clique no botão “corrigir camada” para arrumar o alinhamento.
  • Fazer navegação speedy: Para se mover em torno da imagem e dar zoom in e zoom out mais rapidamente, use o atalho: cmd/ctrl + para aumentar o zoom; cmd/ctrl e – para diminuir o zoom. Segure a barra de espaço para acessar rapidamente a ferramenta “mão” e arrastar a imagem.
  • Usar o Gamut Warning para identificar cores fora da impressão: Para começar, você precisa saber o que é um gamut. Gamut é uma paleta de cores exibidas (RGB) ou impressas (CMYK) por determinada tecnologia. Para imprimir, é preciso converter todas as cores para CMYK. Para verificar se está tudo coreto, vá em “visualizar”, “configuração de prova”. Selecione “visualizar”, “aviso de gamut” para destacar as cores que estão fora e corrigi-las antes de enviar para a gráfica.
  • Utilizar grades para organizar as informações: Para utilizar o Novo Guia de Layout do Photoshop, acesse “visualização” e vá em “novo guia de layout”. A grade pode ser configurada no menu “editar”, “preferências”, “guias, grade e fatias”.
  • Editar camadas de texto simultaneamente: Para editar várias camadas de texto, selecione-as e use a barra lateral de camadas para mexer em todas ao mesmo tempo.
  • Colar o texto no local exato: Para manter algo copiado de uma imagem para outra, pressione “shift” quando for fazer o “ctrl+c e ctrl+v”. Assim o conteúdo não sairá da posição.
  • Simular textos: Para usar o conhecido “Lorem ipsun”, basta ir em “tipo” e em “colar lorem ipsun”, para preencher a caixa com um texto padrão.
  • Salvar arquivos mais rapidamente: Após a manipulação dos arquivos, desative a compressão de imagem para salvá-los mais rapidamente. Para fazer isso, vá em “preferências”, “arquivos” e marque “desabilitar compressão PSD e PSB”.