E-books: formatos para atrair o leitor digital

A evolução do mundo digital nos permitiu avançar na produção de conteúdo. Há muitos formatos disponíveis, e precisamos identificar o melhor para determinado público e assunto.

Para escolhermos a melhor forma de divulgar um tema, primeiramente devemos entender o público que se quer atingir: ele é mais adepto do impresso ou do digital? Se for do impresso, avalie a possibilidade de produzir informativos, revistas, jornais, encartes ou folders. E, se for do digital, pense em postagens nas redes sociais, newsletters, portais, blogs ou e-books.

Os e-books – como o próprio nome diz – são livros eletrônicos que se adaptam facilmente à tecnologia escolhida pelo leitor – softwares (ex: Adobe Reader) ou dispositivos específicos (ex: Kindle). Podem ser produzidas publicações de diversos tipos, literárias ou informativas, alternando textos com fotos, gráficos e links para vídeos, animações ou galerias de fotografias.

Entre os principais formatos estão o ePub, o PDF e o Mobi.

  • ePub: se adapta e se rediagrama de acordo com o tamanho da tela do tablet. O arquivo não perde a formatação nem separa de forma incorreta as sílabas. Empresas como Apple e a Amazon só aceitam esse tipo de arquivo para comercialização. Se o objetivo é vender para dispositivos móveis menores, como smartphones, o ePub também é uma ótima opção devido à maleabilidade do conteúdo.
  • PDF: o formato PDF é padrão para a distribuição segura de documentos eletrônicos. Qualquer pessoa pode visualizar e imprimir, contudo, não existe a possibilidade de alteração. O formato se adapta a várias plataformas e abre gratuitamente pelo Adobe Reader.
  • Mobi: o mobi é o formato exclusivo da Amazon, desenvolvido para ser lido no Kindle, no navegador Kindle Cloud Reader e em aplicativos, que podem ser instalados em computadores ou dispositivos móveis.

img_0117Experiência comprovada

A equipe da Stampa trabalha com a produção de e-books há bastante tempo, desenvolvendo e aplicando as melhores técnicas para atender as demandas dos clientes e proporcionar mais conforto aos leitores. Na produção, atua com o formato ePub para clientes como Sescoop-RS e Editora Atheneu.

Anúncios

Leitura na palma da mão

Na correria do dia a dia, ter tempo para ler um livro pode ser muito difícil. Por isso, os e-books estão se tornando febre entre os usuários. Podendo ser acessados em tablets, smartphones e computadores, os livros eletrônicos ganham espaço entre os leitores brasileiros.

Pensando nisso, a Amazon disponibilizou mais de 100 livros gratuitos e em português para download no site. “As Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “A Pianista”, de Machado de Assis, estão entre as obras que podem ser baixadas sem custos.

Confira, abaixo, outros seis sites para fazer o download gratuito de livros.

Saraiva – A livraria disponibiliza 145 títulos para download. Basta se cadastrar no site, fazer o download do aplicativo Saraiva Digital Reader, escolher o livro e clicar em comprar. No caso dos e-books gratuitos, o valor R$ 0,00 aparecerá.

Machado de Assis – Uma parceria entre o MEC e o Portal Domínio Público reuniu contos, romances, poesias e crônicas do autor em um só lugar. O material pode ser baixado de forma gratuita no site.

Biblioteca Mundial Digital – Conta com um vasto arquivo histórico, desde obras como “Os Lusíadas”, de Luís de Camões, até imagens da Princesa Isabel, filha de Dom Pedro II. O site também oferece diversos arquivos em vários idiomas, como bielorrusso e o bósnio.

Project Gutenberg – O projeto Gutenberg tem mais de 50.000 obras gratuitas, porém todas são em inglês.

Unesp Aberta – Disponibiliza material pedagógico gratuito e foi desenvolvido para os cursos da instituição.

Domínio Público – Oferece clássicos da literatura brasileira e do mundo. Há pelo menos 350 obras para download.